O veganismo não é muito extremo?

Foto Clem Onojeghuo / Unsplash

Algumas pessoas acham que o veganismo é uma escolha “radical”, mas se considerassem os impactos causados pela pecuária, talvez mudassem de opinião…

A pecuária é responsável pelas mudanças climáticas

Temos apenas 12 anos para garantir que o aumento da temperatura global não ultrapasse 1.5 °C. Se fracassarmos, chegaremos a um ponto crítico no qual os desastres climáticos se tornarão ainda mais extremos. Inundações, ondas de calor e secas vão matar pessoas e obrigá-las a migrar, ou seja, surgirão muitos refugiados climáticos. Isso sem contar os ecossistemas e as inúmeras espécies que vamos perder. A pecuária é uma das principais causadoras das mudanças climáticas e é responsável por emitir mais gases de efeito estufa do que todos os carros, trens, navios e aviões do mundo.

A pecuária é responsável pelo desmatamento

A pecuária é uma das principais causas do desmatamento. Isso porque ela utiliza as maiores proporções de terra em comparação com a quantidade de terras necessária para cultivar produtos vegetais. Por isso, grandes áreas de floresta nativa são destruídas, sendo transformadas em pasto ou em plantações de alimentos para animais de consumo. Os animais selvagens que viviam nessas florestas são mortos ou acabam migrando. Desde 1970, cerca de 60% de todas as populações de animais foram exterminadas da face da Terra. E a pecuária é uma das principais responsáveis por isso.

A pecuária é responsável pela extinção dos animais

A destruição de habitats naturais e dos animais representa o fim de espécies inteiras. A alimentação baseada em carne está exterminando várias espécies, incluindo aquelas que ainda não descobrimos e outras que ainda nem foram nomeadas. A situação é tão grave que os pesquisadores afirmam que uma sexta extinção em massa está a caminho. Será a primeira extinção em massa causada por uma espécie: os seres humanos. A pecuária está levando os animais selvagens à extinção!

A pecuária é responsável pela poluição  

A pecuária polui o ar, a terra e a água. Existem bilhões de animais de consumo no planeta, cada um deles produzindo quantidades consideráveis de resíduos. Estes resíduos não podem ser absorvidos pela terra como fertilizante e, por isso, são armazenados em tanques e lagoas. Porém, com frequência eles acabam vazando, sendo, portanto, uma ameaça ao abastecimento de água potável e provocando a destruição da vida aquática. O estrume e os fertilizantes industriais são responsáveis pela morte de partes inteiras do oceano, conhecidas como zonas mortas, que ganham esse nome porque nenhum animal consegue sobreviver lá.

A pecuária é responsável pelo desperdício

São necessários 3 kg de cereais para fazer 1 kg de carne, ou seja, a pecuária é uma forma ineficiente de se aproveitar os recursos mundiais. Poderíamos alimentar muito mais pessoas utilizando proporções bem menores de terra, mas isso só seria possível se as pessoas comessem produtos vegetais ao invés de produtos animais. A pecuária também desperdiça água, um recurso precioso e fundamental para a vida e que deve utilizada de maneira responsável.

A pecuária é responsável por um sofrimento inimaginável

Quase todo mundo que já esteve em uma indústria de criação de animais para consumo considera o sistema utilizado injustificável. Dentro dessas empresas, seres sencientes – capazes de sentir dor, amor, medo e prazer da mesma forma que os nossos queridos gatos e cães – são aprisionados dentro de gaiolas ou forçados a dividir um espaço pequeno com milhares de outros animais. Talvez esses animais nunca tenham a chance de respirar ar puro, andar por aí , cavar o solo, brincar ou bater as asas. Muitos não conseguem sobreviver a essas condições miseráveis e morrem sem terem recebido qualquer tipo de atenção especial. Os que sobrevivem logo precisam encarar uma viagem terrível até o matadouro, onde finalmente conhecerão o fim.

A pecuária ameaça a humanidade

Os locais de criação dos animais são miseráveis e estressantes. Por isso, frequentemente, são injetados antibióticos neles com o intuito de mantê-los vivos durante algumas semanas, até serem abatidos. Devido ao uso excessivo desses remédios, muitas doenças estão se tornando resistentes a certos antibióticos. A Dra. Margaret Chan, Diretora-Geral da Organização Mundial de Saúde, afirmou que “estamos perante uma era pós-antibiótica, em que muitas infecções comuns deixarão de ter cura e, novamente, matarão sem controle”.  

Os produtos de origem animal são prejudiciais à saúde humana

O consumo de produtos de origem animal aumenta o risco de desenvolver doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2. A Organização Mundial de Saúde classificou todas as carnes processadas como cancerígenas, além de considerar todas as carnes vermelhas como “potencialmente” cancerígenas.

Será que criar animais para você comer carne, ovos e beber leite vale mesmo tudo isso?

Por outro lado… os alimentos vegetais são ótimos para as pessoas, planeta e animais.

Se todos tivessem uma alimentação baseada em vegetais, precisaríamos de 75% menos terra, ou seja, a natureza poderia recuperar os seus habitats naturais e a vida selvagem poderia evoluir.

Poderíamos impedir as mudanças climáticas e proteger o nosso planeta para as gerações futuras. Poderíamos alimentar todas as pessoas do planeta por meio de uma dieta saudável e ter a capacidade de alimentar muito mais conforme a população for crescendo.

Poderíamos proteger os oceanos, impedir a pesca de populações aquáticas em ponto de destruição e impedir que os plásticos – muitos dos quais são provenientes de embarcações de pesca – acabem nos oceanos.

Comer alimentos feitos com grãos, legumes, verduras, frutas, raízes etc significa viver com compaixão e proteger os mais vulneráveis do sofrimento desnecessário.

Além disso, cada um de nós teria menos chances de ter doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e alguns tipos de câncer.

Com tudo isto em mente, o veganismo parece mesmo radical?

Experimente comidas veganas e baixe gratuitamente o nosso Guia de Veganismo para Iniciantes.

BAIXE NOSSO GUIA Assine a petição

Foto de Clem Onojeghuo, Unsplash

  1. ‘World Health Day 2011’, World Health Organization [https://www.who.int/mediacentre/news/statements/2011/whd_20110407/en/]

Experimente o veganismo

BAIXE NOSSO GUIA