A vida secreta dos porcos

Image credit: Jo-Anne McArthur | We Animals

Algumas pessoas acham que os porcos são imbecis e sujos. A palavra porco é, inclusive, usada para insultar alguém. A verdade é que esses animais não são muito diferentes dos cães. Eles são complexos, inteligentes, empáticos e merecem o nosso respeito. Talvez seja hora de mudar o nosso jeito de pensar e tratar os porcos.

Quão inteligentes os porcos são?

Segundo alguns pesquisadores, os porcos são animais muito inteligentes, até mais do que gatos e cães.

Os porcos têm uma boa noção de direção e uma memória apurada. Eles são capazes de lembrar onde a comida estava e de voltar lá para comer mais. Quando se perdem, eles conseguem encontrar o caminho de volta para casa, mesmo estando longe. Eu só conseguiria fazer isso se tivesse um GPS. O The New York Times até publicou uma notícia sobre porcos que utilizavam espelhos para achar comida.

A inteligência dos porcos pode até competir com a dos chimpanzés. Em um estudo, pesquisadores ensinaram eles a mover o mouse de um computador na mesma direção de linhas que tinham memorizado. Os porcos foram capazes de fazer isso muito mais rápido do que os chimpanzés. Além disso, eles têm a capacidade de manipular objetos, ferramentas que fornecem água e alimentos e até ligar e desligar ventiladores e aquecedores.

Como os porcos se comportam e lidam com as emoções?

O veterinário Dr. Mike Mendl disse que “os porcos podem desenvolver um comportamento social competitivo bastante sofisticado, semelhante ao observado em algumas espécies de primatas”.

Os porcos adoram tomar banho de sol e brincar. Uma coisa que as pessoas costumam pensar é que porcos gostam de descansar e rolar na lama. Isto é verdade! Mas, eles não fazem isso para ficarem sujos propositalmente. A verdade é que os porcos não têm glândulas sudoríparas e esse é o jeito deles de se refrescarem quando está calor. Não faltam provas de que os porcos conseguem aproveitar ainda mais suas vidas em ambientes descontraídos e divertidos.

Os porcos adoram ser acariciados e ganhar massagens na barriga, assim como os cães. Você encontra muitos vídeos engraçados disso na internet.

Como os porcos são tratados?

As fazendas onde os porcos são criados estão longe de ser um lugar ideal onde poderiam ser felizes. Os porcos são mantidos em locais escuros, fedidos e imundos, além de compartilharem espaços bem pequenos com vários outros animais.

Na pecuária, os porcos passam por “procedimentos normais” que são super cruéis. Logo após o nascimento, com apenas duas ou três semanas de vida, eles são separados de suas mães. Depois, são mutilados de forma brutal: os leitões machos são castrados e as suas caudas são arrancadas ou cortadas fora. E tudo isso é feito sem o uso de anestesia.

As fêmeas são sempre colocadas em gaiolas de gestação, onde permanecem durante toda a gravidez e período da amamentação. Estas verdadeiras jaulas são tão pequenas que as fêmeas nem conseguem se mexer. E o pior: elas são obrigadas a viver em cima de seus próprios excrementos, liberando altos níveis de amônia por conta da falta de higienização. Isso sem contar que elas são inseminadas, pelo menos, duas vezes por ano e passam por esse ciclo repetidas vezes até se tornarem “inúteis”.

Outro fato é que, hoje em dia, os porcos vivem muito menos. Aqueles que são bem tratados podem viver entre 15 e 20 anos, mas o que são explorados pela pecuária são abatidos quando têm entre 2 e 12 meses de idade.

Como podemos ajudar os porcos?

Independentemente de sua crença, a forma como os porcos são tratados pela pecuária não é compatível com os seus valores. Felizmente, nós podemos, enquanto indivíduos e sociedade, tornar o mundo mais humano.

Uma das melhores coisas a se fazer é deixar os animais – como os porcos – fora de nossa alimentação. Por isso, sugerimos que você experimente o veganismo nesta Quaresma. Para te ajudar, temos um Guia de Veganismo para Iniciantes com várias ideias de refeições, informações nutricionais e dicas especiais.

Além disso, você também pode apoiar a nossa campanha se inscrevendo para receber nossos e-mails, acompanhar as nossas redes sociais e convidar os seus amigos para fazer o mesmo.

BAIXE NOSSO GUIA Assine a petição

Experimente o veganismo

BAIXE NOSSO GUIA