Uma pessoa só não fará diferença

Isso não é verdade. Uma única pessoa pode fazer uma enorme diferença.

Durante a vida, cada um de nós deve comer cerca de 7 mil animais.1 Por isso, simplesmente optando por parar de comê-los, podemos poupar muito sofrimento a eles. Ser vegano também é a maior coisa que nós, como indivíduos, podemos fazer para reduzir nosso impacto no planeta, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Oxford.2 E, quanto à nossa própria saúde, isso pode significar a diferença entre dançar no casamento de nossos netos e sofrer um ataque cardíaco aos 40 anos.

Nosso impacto é ampliado ainda mais porque não vamos ser veganos isoladamente. É o mesmo quando doamos um real para a caridade. Não achamos que nosso dinheiro vai mudar o mundo, mas quando ele se une a milhões reais doados por outras pessoas, estamos ajudando a fazer a diferença!

E milhões de pessoas têm optado por comer apenas alimentos sem nada de origem animal, cada um influenciando e inspirando outros a fazer o mesmo. E essa tendência está começando a crescer. As vendas de carne de porco e carne bovina estão em declínio desde os anos 1970,while milk has além disso, o leite está em trajetória descendente há uma década.4 Um relatório recente publicado pela The Economist sugere que um quarto dos americanos de 25 a 34 anos já dizem ser vegetarianos ou veganos,5 ao passo que um em cada três lares americanos compra leites vegetais6 e 12% dos lares compram carne à base de vegetais.7 O mesmo está acontecendo em todo o mundo – no Canadá,8 Reino Unido,9 Alemanha,10  Austrália11 e Brasil12.

Juntos somos poderosos, mas isso exige que todos participem.

Participe agora de nossa campanha para experimentar o veganismo por 31 dias em janeiro com o nosso apoio. Você receberá, gratuitamente, acesso ao Guia de saúde e nutrição, às Receitas Veganas e ao Guia de veganismo para iniciantes.

Participe e experimente o veganismo em janeiro

Participe