Tofu e soja contêm estrogênio e baixam a testosterona

A soja não tem efeito conhecido nos níveis de testosterona nos homens.

Esse mito surgiu porque a soja contém fitoestrógenos naturais, conhecidos como isoflavonas, que se assemelham quimicamente ao estrogênio. Antes de pesquisas adequadas serem realizadas, algumas pessoas pensaram que elas afetariam a testosterona da mesma maneira que o estrogênio. Mas não afetam porque não são estrogênio. De fato, um estudo sugere que as isoflavonas de soja têm apenas 1/10.000 da potência do estrogênio “real”.1

Outro estudo envolveu sete jovens saudáveis ​​que ingeriram grandes quantidades de grãos de soja todos os dias durante uma semana. No fim, eles não mostraram alterações no estrogênio ou na testosterona total e livre. Mas o estudo encontrou um aumento na atividade cerebral, especificamente uma melhora no desempenho cognitivo espacial.2

Uma metanálise de todas as pesquisas publicadas relacionadas à soja e testosterona foi realizada em 2010. Ela analisou 15 estudos controlados por placebo e 32 relatórios em 36 grupos de tratamento e concluiu categoricamente: “Os estudos clínicos não mostram efeitos da proteína de soja ou isoflavonas nos hormônios reprodutivos dos homens”.3

E há mais boas notícias: os fitoestrogênios podem ter efeitos poderosamente benéficos. Na Ásia, onde o consumo de produtos de soja é maior do que em outras partes do mundo, o câncer de próstata é menos comum nos homens. Na verdade, o consumo de soja está associado a um risco menor de 20 a 30% de câncer de próstata. Incrivelmente, uma pesquisa mostrou que o consumo de soja pode ajudar a desacelerar a evolução de câncer de próstata se já estiver sendo controlado.5

Da mesma forma, uma pesquisa mostrou que mulheres que consomem mais soja sofrem menos câncer de mama e de útero. Muitos estudos foram feitos sobre esse assunto e um deles descobriu que mulheres que tomam apenas uma xícara de leite de soja por dia (ou meia xícara de tofu) têm 30% menos risco de desenvolver câncer de mama em comparação a mulheres que consomem pouca ou nenhum soja.6 Quanto mais cedo começarmos melhor, já que o tecido mamário se forma na adolescência, mas também nunca é tarde demais. O Women’s Healthy Eating and Living Study descobriu que mulheres que haviam sido diagnosticadas anteriormente com câncer de mama eram beneficiadas pela inclusão de produtos de soja em sua dieta, pois as que consumiram mais produtos de soja diminuíram pela metade o risco de recorrência ou mortalidade por câncer.7

A soja é legal. Definitivamente, não reduz a testosterona e ainda protege contra o câncer.

Participe agora de nossa campanha para experimentar o veganismo por 31 dias em janeiro com o nosso apoio. Você receberá, gratuitamente, acesso ao Guia de saúde e nutrição, às Receitas Veganas e ao Guia de veganismo para iniciantes.

Participe e experimente o veganismo em janeiro

Participe