Se todo mundo virar vegano, serão necessárias mais terras para o cultivo

Entendemos por que as pessoas pensam isso, mas, na verdade, o inverso é verdadeiro.

No total, um terço da colheita de cereais do mundo1 e 70% da colheita de soja2 são usadas para os animais da pecuária intensiva. A maioria dos nutrientes contidos nesses grãos é perdida antes de chegar até nós por meio da carne, leite e ovos.

Isso ocorre porque os animais da pecuária industrial não são conversores eficientes. Isto é, não são capazes de transformar eficientemente os nutrientes encontrados nos grãos consumidos, em forma de ração, em nutrientes presentes em sua carne e outros produtos de origem animal. Desse modo, recebemos menos calorias provenientes da carne, leite e ovos do que aquelas que fornecemos na alimentação do gado. A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO-ONU) expressa desta maneira: “Quando o gado é criado em sistemas intensivos, eles convertem carboidratos e proteínas que, de outra forma, seriam consumidos diretamente pelos seres humanos, e os usam para produzir uma quantidade menor de energia e proteína”.3 4

O quão ineficiente é a prática de criar animais para servir como a nossa comida? Bem, a pecuária usa 83% das terras agrícolas do mundo, mas fornece apenas 18% de nossas calorias. Se todos mudarmos para uma dieta baseada em vegetais, o uso global de terras agrícolas poderá ser reduzido em mais de 75% – uma área equivalente aos territórios dos Estados Unidos, China, União Europeia e Austrália somados.5

Se todo mundo fosse vegano, poderíamos alimentar o mundo usando muito menos terra, e isso permitiria que boa parte dessa terra pudesse retornar à natureza.

Participe agora de nossa campanha para experimentar o veganismo por 31 dias em janeiro com o nosso apoio. Você receberá, gratuitamente, acesso ao Guia de saúde e nutrição, às Receitas Veganas e ao Guia de veganismo para iniciantes.

Participe e experimente o veganismo em janeiro

Participe