Os animais da pecuária serão extintos

Algumas pessoas temem que as espécies de animais criados pela pecuária sejam extintas se deixarem de servir como nosso alimento. Para muitas dessas espécies, isso definitivamente seria uma coisa boa. As raças de animais da pecuária não são naturais, não ocorrem na natureza. Foram desenvolvidas, por meio de seleção genética, especificamente para apresentarem certas características físicas, como músculos grandes ou alta produção de leite. Tais características, apesar de serem lucrativas, causam muito sofrimento.

As raças comerciais de perus e frangos, por exemplo, são criadas para engordar o máximo possível e o mais rápido possível. Como resultado, sentem dores nas articulações, seus corações são fracos e apresentam tendência a quebrar os ossos. Há de se concordar que essas pobres criaturas não deveriam ter que existir apenas para sofrer dessa maneira. Isso não significa que todas as raças dessas aves desaparecerão completamente com o fim da pecuária. Ainda existem aquelas que são selvagens, e mesmo as que já foram cativas poderão, em alguns casos, retornar com sucesso à natureza.

No caso das vacas leiteiras, elas foram geneticamente manipuladas para produzir um alto rendimento de leite. Isso significa, no entanto, que sofrem com problemas metabólicos e nas pernas, bem como maior suscetibilidade a doenças.1 Nas fazendas, elas são repetidamente fecundadas e passam ainda pelo impacto emocional de verem seus bezerros serem levados embora. Quando têm 6 anos, a maioria das vacas leiteiras é considerada “gasta” – ou seja, estão incapacitadas, esgotadas ou tornaram-se inférteis –, por isso, são enviadas para o matadouro. Com certeza essas pobres criaturas não existem simplesmente para sofrer. Mas os bovinos não serão completamente extintos com o fim da pecuária, pois existem espécies selvagens, incluindo bisões e búfalos.

E o mesmo pode ser dito para todas as outras espécies dessa indústria, como patos, gansos, javalis e ovelhas. Seus ancestrais selvagens ainda vivem livremente e não serão extintos. E se todos nós mudássemos para uma dieta baseada em vegetais, haveria muito mais terra disponível para esses e outros animais selvagens.2 Também é bastante provável que as espécies criadas pela pecuária continuem a existir em santuários. Afinal, não comemos cães ou gatos e eles não estão extintos!

Participe agora de nossa campanha para experimentar o veganismo por 31 dias em janeiro com o nosso apoio. Você receberá, gratuitamente, acesso ao Guia de saúde e nutrição, às Receitas Veganas e ao Guia de veganismo para iniciantes.

Participe e experimente o veganismo em janeiro

Participe