O veganismo não é para todos

Existem muito poucas pessoas no mundo que não poderiam se tornar veganas. Pode não ser 100% possível para pessoas que vivem em locais muito remotos, sem acesso ao comércio. Mas para a grande maioria das pessoas no Brasil e em outros lugares, é absolutamente possível e benéfico, e nós encorajamos todos a experimentar.

Uma dieta equilibrada à base de vegetais é uma maneira saudável de educar as crianças,1 mas também nunca é tarde para começar a comer vegano! Há inclusive pessoas que, mesmo tendo começado depois dos 60, são veganas há décadas.2 Como uma dieta baseada em vegetais está associada a um risco reduzido de doenças cardíacas, obesidade, diabetes tipo 2 e alguns tipos de câncer, não é de se admirar que os veganos vivam mais.3 É claro que a idade não é uma barreira para ser vegano.

Existem também poucas barreiras culturais. Qualquer que seja sua etnia, origem, renda ou gênero, o veganismo é uma ótima opção. E também não há crenças religiosas que proibam. Existem cristãos veganos, judeus, muçulmanos e hindus.

E não são conhecidos nenhuma doença ou problema de saúde que impeça alguém de se tornar vegano, embora obviamente haja fatores a serem levados em consideração. Pessoas com alergias a glúten, soja ou nozes, por exemplo, muitas vezes pensam que não podem se tornar veganos, mas a grande variedade de alimentos disponíveis significa que existem alternativas e opções, embora possa exigir um pouco mais de planejamento.

Para a grande maioria da população do mundo, não há nada que impeça de ser vegano. A parte mais difícil é começar, mas experimente por um mês e veja onde isso o leva.

Participe agora de nossa campanha para experimentar o veganismo por 31 dias com o nosso apoio. Você receberá, gratuitamente, acesso ao Guia de saúde e nutrição, às Receitas Veganas e ao Guia de veganismo para iniciantes.

Experimente uma alimentação vegetal por 31 dias e descubra o veganismo

Descubra o veganismo