Conheça alguns atletas que aderiram ao veganismo

Não é surpresa para ninguém que uma nutrição de qualidade é essencial no mundo dos atletas. Há quem ainda duvide que o veganismo possa suprir todos os nutrientes adequados em nosso organismo. Porém, os esportistas a seguir têm provado ao mundo que um cardápio sem qualquer alimento de origem animal não só fornece todas as vitaminas necessárias para o nosso corpo, como também pode melhorar sua performance atlética.

Kyrie Irving

O grande astro da NBA se tornou vegano em 2017. Desde então, ele vem liderando o Boston Celtics como armador da equipe. Seu desempenho em campo levou o time às finais da NBA 2017/2018 e hoje vem ganhando forças para participar da pós-temporada pelo segundo ano consecutivo. Quando questionado sobre sua alimentação, Irving afirma que ter se tornado vegano o deixou com mais energia e mais fôlego entre um jogo e outro.

Zdeno Chara

O capitão do Boston Bruins, que se converteu recentemente ao veganismo, está torcendo para que o seu alto nível de energia o mantenha por muitos anos no hóquei pela National Hockey League (a liga nacional de hockey dos Estados Unidos). Apesar de um sério problema em seu joelho ter o deixado fora das pistas por quatro semanas na temporada de 2018/2019, ele mantém sua posição na liderança no período de neve. Aos 41 anos, o europeu não tem intenção de se aposentar e espera alcançar um novo patamar atlético com seu novo estilo de vida.

Tennessee Titans

Infelizmente ainda não o time todo, mas 15 jogadores já se declararam veganos desde agosto de 2018. Quem ajudou parte da equipe nessa transformação foi a esposa do linebacker Derrick Morgan, Charity Morgan. Formada na Le Cordon Bleu (uma famosa escola francesa de gastronomia), a chefe de cozinha é responsável por confeccionar o cardápio dos esportistas. Fica difícil resistir às refeições quando são preparadas por uma profissional! Os jogadores afirmam não ter notado nenhum declínio de performance desde a transformação.

Menção honrosa: Tom Brady

Quer dizer que a estrela do New England Patriots é vegana? Não é bem assim, mas segundo seu chefe de cozinha pessoal, pelo menos 80% da sua alimentação consiste em grãos e vegetais. Embora ele siga a chamada “dieta ortodoxa”, ninguém pode negar os resultados. O estadunidense vem sendo destaque do maior time de futebol americano da última década, sendo carinhosamente apelidado pelos seus fãs de GOAT (Greatest of All Time, em português O Maior de Todos os Tempos). Aos 41 anos de idade, ele vem sendo apontado como principal escolha para a 10ª edição consecutiva do Pro Bowl, além de ter levado seu time à 6ª vitória no Super Bowl.

Os esportistas citados estão só aumentando a lista de atletas veganos, que inclui:

Patrik Baboumian, vegano a longo prazo considerado o homem mais forte da Alemanha
Venus Williams, quatro vezes medalhista de ouro de tênis
Meagan Duhamel, duas vezes campeã mundial e medalhista de ouro das Olimpíadas de 2018 em patinação artística
Chris Smalling, zagueiro e lateral direito do Manchester United
Hector Bellerin, lateral direito do Arsenal
Lewis Hamilton, piloto de Fórmula 1
David Haye, campeão dos pesos-pesados pela Associação Mundial de Boxe
Kendrick Farris, levantador de peso olímpico
Rebecca Soni, nadadora olímpica
Tia Blanco, surfista profissional
Fernanda Ferreira, a “Fernandinha do Vôlei”, que conquistou medalha de ouro para o Brasil, nas Olimpíadas de 2012
“Paru” Paulo Victor Guimarães, fisiculturista brasileiro profissional

BAIXE NOSSO GUIA

 

Foto de Kyrie Irving en Instagram

Experimente o veganismo

BAIXE NOSSO GUIA