Ações de distribuição de alimentos em janeiro

Vegan Food Solidarity in India

Este mês foi um pouco mais tranquilo do que o normal, pois estamos nos preparamos para um ano agitado e cheio de emoções! Mas é claro que continuamos com nosso trabalho de distribuição de alimentos, inclusive nas três escolas Masaai, no Quênia, que adotaram uma alimentação à base de plantas. Esta é uma região que foi muito afetada pela queda do turismo na pandemia, o que abalou a renda dos moradores locais. Além disso, a região está passando pela pior seca registrada em décadas, que está matando animais e gerando uma crise humanitária. Nosso gerente de campanhas no Quênia e líder comunitário Masaai, Jack Lekishon, está fazendo todo o possível para proteger as pessoas e nós ficamos orgulhosos de estar apoiando esse trabalho mais um mês com 45 mil refeições para a merenda escolar dos estudantes e professores.

Frutas para combater a onda de calor da Argentina

Já estamos vendo os sinais do colapso climático na Argentina e em toda América do Sul, onde várias áreas atingiram temperaturas recorde, chegando a 45°C. Por meio de nosso programa de doação de alimentos, buscamos apoiar os mais afetados pela crise climática, mas também expor o papel significativo que a pecuária desempenha na emissão de gases de efeito estufa.

Este mês, continuamos nossa parceria com o refeitório comunitário Arcoiris na região de Mugica, em Buenos Aires. Arcoiris é um espaço para a comunidade no coração de uma das áreas mais vulneráveis ​​da cidade. O local abre diariamente as suas portas para distribuir alimentos a crianças e adolescentes, bem como para proporcionar um espaço de integração, apoio escolar e formação.

Nossa equipe, coordenada por Jacqueline Guzmán, continua trazendo opções à base de plantas para o centro e – em meio à onda de calor – optou por preparar deliciosas saladas de frutas com ingredientes agroecológicos. A cada semana, a equipe distribui 25 quilos de bananas, maçãs, mangas, peras, pêssegos e outras frutas da estação, que são preparadas pelos voluntários e que fazem parte das 400 refeições que conseguimos fornecer em janeiro.

Jacqueline diz que a equipe na Argentina encerrou o primeiro mês de 2022 cheia de energia e vontade de continuar trabalhando por justiça social por meio do veganismo.

Apresentando alimentos à base de plantas para jovens na Índia

Este mês, nossa equipe na Índia fez uma parceria com a Hope Community Village, que oferece cuidados e abrigo para crianças que perderam seus pais ou cujos pais não podem apoiá-las. O estado de Kerala, onde a organização está sediada, é o maior consumidor de carne bovina do país, o que tornou essa uma oportunidade ideal para promover pratos tradicionais preparados com carne vegetal.

O Vinod Café Cherthala, dirigido por Sneha Shenoi, preparou Parottas com carne vegetal frita, Biryani de carne vegetal e Kothu Porotta vegana. Além disso, as crianças e trabalhadores da Hope Community Village também desfrutaram de um lanche típico indiano que já é tradicionalmente vegano e uma saborosa bebida vegetal.

Como a produção e o consumo de vacas formam a principal indústria alimentar a contribuir para o colapso climático, esta é uma maneira maravilhosa de mostrar como podemos fazer escolhas alimentares compassivas e conscientes do clima, sem perder sabor ou prazer, e mantendo fielmente nossas tradições . E o melhor de tudo é que a comida foi muito bem recebida!

Sneha nos disse: “A maioria das pessoas em Kerala desconhece o conceito de veganismo ou uma alimentação baseada em plantas. Esta é uma ótima oportunidade para apresentar o veganismo e mostrar como podemos mudar facilmente para opções à base de plantas sem abrir mão dos sabores com os quais estamos familiarizados ou amamos. Também espero que os moradores da Hope Community Village decidam fazer escolhas que ajudem a reduzir a crueldade animal e protejam o meio ambiente. Além disso, Kerala é a cidade do diabetes na Índia e eu realmente espero que nossos esforços ajudem a mudar isso também”.

Nossos outros voluntários, Sudharsh, Mahesh e Balaji ficaram entusiasmados por poderem participar ativamente para promover o veganismo de maneira tão positiva. E isso é só o começo! Vamos continuar levando deliciosos lanches veganos aos 80 moradores da Hope Community Village uma vez por semana durante oito semanas, além de compartilhar com eles informações sobre as inúmeras razões pelas quais precisamos priorizar alimentos à base de plantas. E como alguns dos moradores de lá testaram positivo para Covid19 e ficaram em quarentena, também temos a oportunidade de conversar com eles sobre o papel da pecuária no surgimento de pandemias.

Experimente uma alimentação vegetal por 31 dias

Descubra o veganismo